O Destino nos controla?

sense_of_destiny

O Destino nos controla?

Mudanças ocorrem a todo momento em nossas vidas. Este mês pra mim foi uma grande correria, porém, também veio com muitas mudanças. Tive cruéis duas semanas de provas e passei 7 dias em uma empresa de automação. Possivelmente meu estágio está perto.  🙂 Porém, todo este tempo, fui surpreendido três vezes (e até neste meu novo trampo) com discussões sobre algo que está intimamente ligado com nossas vidas, porém, continua um mistério: O DESTINO. Será que realmente, nossas vidas são destinadas por uma meta designada por Deus? Ou somos donos de nós mesmos e escolhemos nossos caminhos? Me acompanhem nesta minha linha de raciocínio que passarei para vocês e tirem suas próprias conclusões:

Nossas ações são controladas?

Fiquei surpreso de neste mês ter sido surpreendido por este tema em três momentos e locais diferentes sem minha interferência no assunto. O interessante é que nenhuma das três ocasiões houve uma conclusão. Como eu estava nesta semana nova de trabalhos e experiências, parei para pensar: Será que é meu destino trabalhar na empresa que eu fiz teste? Será que é meu destino escrever sobre isso? Muitas perguntas e poucas respostas, o que me deixaram caducando esse tempo todo! O assunto do pessoal do trampo foi sobre a tragédia do avião da Air France no mar. Um cara defendeu que todos morreram porque era o Destino deles, a hora deles morrerem. Já o outro cara oposto, defendeu que foi um Acaso, e não existe essa coisa de destino. É interessante acompanhar as duas teorias, pois elas são bem distintas Para fazer vocês entenderem, vou citar um livro que li do Stephen King, chamado “Insônia”

king_insoniaEste livro de King é sobre um senhor de idade que a cada tempo que passa, ele começa a dormir menos, ou seja, ter insônia. O problema é que a partir de um certo tempo, ele começa a ver certas coisas, o qual ele acredita que sejam alucinações, como as auras das pessoas e certos homenzinhos que controlam nosso destino, os quais,  um deles controla o DESTINO e o outro controla o ACASO (não comentarei mais, quem quiser, que leia, vale a pena!). O que eu quero dizer é que King joga uma teoria como pano de fundo da história que faz você refletir muito. Ele joga a idéia de que podemos morrer de dois jeitos:

Morte pelo Destino: As pessoas que são marcadas pelo Destino, são as pessoas que viveram suas vidas com suas determinadas missões e um dia acabaram morrendo em uma data pré-determinada pelo todo poderoso. A idéia é que esse tipo de pessoas vem com missões pré-determinadas por Deus e por algum motivo, ela devem realizar estas missões as quais surgiram automaticamente na vida, guiadas pelo Destino. Tudo que ocorrer na vida desta pessoa é algo determinado, como um filme.

Morte pelo Acaso: Algumas pessoas são marcadas pelo Acaso. Este tipo de pessoas, são aquela que morrem pelos acasos da vida (morrem assassinadas, em acidentes, etc..). Não se sabe porque essas pessoas são marcadas pelo acaso, mas possivelmente para guiar as missões das pessoas do Destino.

Bom, de certa forma, é isso que Stephen King joga no livro. O legal é que ele também joga a idéia, de que existem pessoas que NÃO são do Acaso nem do Destino… são cartas brancas especiais… pessoas como Jesus, Buda, Maomé, etc… Por fim, ACASO e DESTINO são motivos das maiores discussões sobre o tema Futuro. Agora eu quero passar pra vocês a minha opinião sobre o assunto.

Nós fazemos nosso próprio futuro:

Tirada a idéia de um outro livro, do maior cientista da atualidade, Stephen Hawking, seu livro “O Universo numa casca de noz” fala os mistérios do Universo e do Tempo. Já digo que é viagem total o livro dele, mas é muitoooooo bom. O cara realmente é fenomenonal e vou passar a idéia dele:

across-the-universeEle diz no livro que o Passado é uma linha reta, porém o Futuro são milhões de caminhos, os quais se definem pelo nosso Presente. Neste momento em que escrevo, eu tenho infinitos futuros: Eu posso parar de digitar e ir dormir, eu posso deletar tudo isso, eu posso escrever o dobro, eu posso quebrar meu computador agora! Eu simplesmente posso fazer o que eu quiser. Porém, o futuro que estou decidindo é o de postar isso para vocês lerem. Isso significa que EU, apenas eu, decido o meu futuro. Toda ação tem uma reação. Eu não quebraria meu computador, porque ele é importante pra mim, mas eu sou livre para fazer isso a hora que eu quiser!

Porém, existem pessoas que defendem o Destino e alegam que também todas as minhas vontades são também pré-determinadas. Se realmente isso for uma verdade, então Deus gosta de problemas no planeta. Não seria viável então, se ele é algo perfeito, fazer todas as pessoas “programadas” para fazer apenas o bem? Deus nos deu a razão para podermos analisar tudo o que ocorre e pensar e duvidar até mesmo se ele existe ou não! Somos livres para fazer qualquer coisa, nossa mente é algo sem limites…. seria possível realmente estar sendo todos controlados com tudo o que fazemos?

Talvez uma dúvida que nunca seja respondida…

Apesar de pensar como descrito acima, as vezes penso no caso do Destino…. já tentei muitas empresas para estágio e por motivos ridículos eu perdi as vagas. Será que é o meu destino trabalhar na empresa que eu fiz teste ou em uma próxima futura? A verdade é que se eu não tivesse primeiramente decidido mandar um currículo para eles, eu nunca teria ido fazer um teste. Logo, tudo que acontece na minha depende de mim. Como dizem: FAÇA ACONTECER! Minha missão perante estágio é enviar o máximo de currículos e me apresentar o melhor candidato em uma oportunidade. Não adianta ficar sentado num canto e pensar “ó Deus, qual é o meu futuro?”. Pode ser que a gente tenha missões pré-determinadas, mas eu acredito que é uma escolha nossa seguir elas ou não.

Fica aqui minhas experiências e minha questão pra vocês, para saber sobre o que vocês acreditam? O Destino nos controla, ou nós controlamos o Destino???

Um abraço a todos e fica minha mensagem: “Tenha objetivos na vida, crie destinos para você!” Eu já tenho minhas metas e você?

Anúncios

9 comentários sobre “O Destino nos controla?

  1. Sam

    Hn… destino… ohhhhhhh XD
    assunto fd…
    como diria um personagem de um livro “não gosto de pensar que eu não tenho controle da minha vida”… XD
    eu creio q a unica lei eh da ação e reação… d certa forma é um jeito d acreditar em destino…
    mas como diria uma outra pessoa, que é uma lenda viva… “sei la, acho que num sei” XD

  2. Jo. Besan

    Ai ai, acho q to com o sam qndo ele descreve o grande Mestre COSTA, Rudjy mayal.
    Bom, eu sou muito preguiçoso para pensar nisso, e não gosto de pensar em destino não… SE aceita-se essa idéia…. seria mais preguiçoso ainda esperando que as coisas acontecessem.
    ENTÃO… voto que eu e somente EU, sou responsável pelo que faço.

  3. Guigo Roots

    Boa… mas seus posts são muito grande!
    Eu quase quis parar de ler! 😛
    Zuera!! ahsuahsuahsua

    Concondo Com grande Rudjones, mas conhecicido tbm como Rudinick, Rudjão, Rudnever, etc…

    Porem a realidade eh a seguinte companheiros: “Se eu não controlo nem meu intistino, como vou controlar o destino! Se estudassemos cada caso, saberia ser isso então o Acaso!”

  4. Nossaaaaaaaaa, gostei da citação do Lendário Rudji Mayal, Sam 😀

    UEAHEAUeha, Guigao, vc ta mow poeta cara! Muito roots isso XD

    Eu tentei diminuir o post, mas não dá… ahahaa, é porque o assunto é dificil, ae tive que escrever tudo isso… mas ficou legal =)

    Abraço a todos

  5. Sam

    AHEUAHEUAEHUAE
    isso ae guigo… a poesia que vem da natureza… (mais precisamente do mato… AHEUHAEUEHUAEHUA XD)

  6. N.Guerreiro

    Olá pessoal, mais uma vez 1 grande abraço desde portugal para esta turma aqui, que tem tornado este Blog com posts muito fixes .

    A 1ª leitura que tive acerca deste tema,foi através do livro, ” As sociedades secretas e seus poderes no Séc 21″, muito bom,recomendo também a leitura para se compreender melhor o porquê e quem está por trás dp planeamento de alguns eventos globais.
    Já quase no fim do livro,vem uma parte, a falar acerca do universo.
    E Se o destino existe ou não,o Acaso,baseado na teoria dele,não pode existir,pois tal como ele e o Sam aqui referiram,Pensar que o Acaso seria uma coisa possivél, então tambem teriamos que ter o Chaos,que é o melhor sinonimo para o Acaso.
    Tudo o que tem uma acção,terá que ter por obrigação uma reacção,sempre obeddecendo a uma regra simples.
    Mesmo que por vezes não gostemos ou não saibamos explicar o porque de determinada ocorrençia, o que é certo é que ela, é sempre fruto de uma acção,mesmo invisivél, dai,não termos a explicação para o que aconteceu,pois não estamos na posse de todos os elementos.
    Em relação ao destino…
    Eu já corri muito atrás de ambições,já tentei controlar meu destino mas isso,se analisarmos bem, também é impossivél, pois voltamos ao mesmo principio da Acção vs reacção.
    Ora ao nos esforçarmos para atingir certas metas(moldar o destino),temos que ter consciençia, que também estamos a excluir a hipotese que outrs situações nos possam ocurrer,ou seja, para termos uma coisa,temos sempre que abdicar de outra,o que nos leva ao ponto de partida,Acção vs Reacção.
    Cheguei a 1 ponto da minha existençia que me considero então, 1 homem do tempo….tudo tem o seu lugar,tudo tem o seu respetivo tempo para ocurrer,não vale a pena correr atrás…Apenas basta pensar,Se as nossas acções forem premeditadasem determinada altura,concerteza que terão que ser seguidas de suas reações.

    Só posso concluir que ,o destino não existe…e muito menos o Acaso.

    1 abraço para todos desde lisboa.
    N.Guerreiro

  7. kobe

    Acredito que temos missões pré determinadas, mas cabe a nós segui-las ou não, faz parte da evolução humana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s